Casto Sampedro

Um tweet que lim esta manhã a respeito da presença do Cancioneiro Musical da Galiza de Casto Sampedro nos fundos da Biblioteca Nacional de España encorajou-me a escribir este breve apontamento sobre tão importante personagem da nossa cultura.

Casto Sampedro Folgar (Redondela, 1848 – Ponte Vedra, 1937) foi um grandíssimo investigador do folclore musical galego. Sem o seu Cancioneiro, compilado na segunda metade do XIX, centos de cantos tradicionais teriam desaparecido. O seu labor foi anónimo, silente e, sobretudo, cheio de modéstia. Prova disto, é que o livro foi publicado postumamente por Filgueira Valverde em 1942.

Os investigadores mais puristas podem dizer que o seu trabalho apresenta erros metodológicos, como tonalizar melodias modais e outros assuntos menores, mas isto não era uma prática isolada dentro dos pesquisadores do folclore musical da altura. A reflexão com a que quero concluir é que a prova de que a música ocupa um segundo plano dentro da cultura galega está no desconhecimento geral desta grande figura.

0