Vinte anos para a Real Filharmonia da Galiza

Hoje a Real Filharmonia da Galiza celebra os seus vinte anos de existência com um concerto dirigido polo seu primeiro diretor titular, Helmut Rilling. Trata-se dum grupo que, graças à enorme qualidade artística e ao compromisso das suas integrantes logrou converter-se em todo um referente dentro das orquestras sinfónicas do Estado espanhol.

Tivem a honra de colaborar com ela numa produção da ópera The Telephone, de Giancarlo Menotti, interpretando o papel de Ben, junto com a soprano Indra Sesti di Luca, a direção musical de Diego Garcia Rodríguez e a artística de Avelino González, com quem já conversámos neste blogue. Trata-se duma jóia da ópera contemporânea escrita nos anos quarenta do século passado mas que retrata de jeito surpreendentemente atual os problemas da falta de comunicação derivados do uso das tecnologias.

Infelizmente, outros compromissos vão impedir que esteja hoje gozando deste concerto, que se vai centrar na obra de Bach, mas confio em continuar a gozar com o bom trabalho deste excepcional conjunto durante muitos anos.

Foto: Xaime Cortizo

0

Avelino González: “Cheguei à ópera graças às zarzuelas que ia ver com minha mãe”



O Avelino González é um dos profissionais cénicos mais prestigiosos da Galiza. Tivem o prazer de trabalhar com ele numa produção de The Telephone de Gian Carlo Menotti para a Real Filharmonia de Galiza. Desde o primeiro momento fiquei surpreendido pola sua capacidade de gerar ideias e de adaptar-se a um meio, o drama musical, que não era habitual para ele. Quando decidim pôr em marcha este blogue, tinha a certeza que devia ser com uma conversa com ele.

Continue Reading…

1